“Narro, logo existo! – narrativas brasileiras”, uma parceria entre o Museu da República e o CNFCP-Iphan

O Museu da República e o Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (CNFCP-Iphan) têm a alegria de lançar o evento on-line “Narro, logo existo! – narrativas brasileiras”. Com produção da empresa Geral Projetos Culturais e curadoria da narradora de histórias, Daniele Ramalho, reunirá vídeos gravados durante o isolamento social, apresentando narrativas brasileiras de diversos artistas e mestres da cultura popular. Os vídeos serão publicados a partir do próximo dia 30 de setembro, às quartas e sábados, nos canais do Youtube das duas instituições.
O projeto vai até 28 de novembro e buscou inspiração na obra do poeta Paulo Leminski, que no livro Metaformoses afirma: “Narro, logo existo”. Leminski evoca a potência e as infinitas possibilidades de sentidos e conexões que o ato de narrar oferece. A sentença deu voz, portanto, a nosso desejo de oferecer um panorama de expressões nesses tempos em que a pandemia e a necessidade de distanciamento físico nos confrontam com novos limites e significados para o estar no mundo.
Programação:
30/09 – Yaguarê Yamã (AM)
03/10 – Titinha do Mamulengo (PE)
07/10 – Manoel do Norte (AL)
10/10 – Socorro Lira (PA)
14/10 – Izabel Nascimento (SE)
17/10 – Antônio Juraci (PA
21/10 – Mestre Bule- Bule (BA)
24/10 – Ronaldo Falado (RJ)
28/10 – Maurício Tizumba (MG)
31/10 – Daniele Ramalho (RJ)
04/11 – Capitã Pedrina (MG)
07/11 – Cristino Wapichana (PB)
11/11 – Mestre Aldenir (CE)
14/11 – Marilene Nunes (RJ)
18/11 – José Bocca (SP)
21/11 – Paulo Freire (SP)
25/11 – Fatinha do Jongo (RJ)
28/11 – Mãe Nilce (RJ)
“Narro, logo existo! – narrativas brasileiras”
Período: 26 de setembro a 28 de novembro de 2020
Dias: Quartas e sábados
Onde: Canais no Youtube do CNFCP-Iphan e do Museu da República
Publicado em

Deixe seu comentário

COMETÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days