Republicando: Boletim Mensal – Janeiro/2015

ImagemPrincipal
Museu da República homenageia os 450 anos do Rio em sua Colônia de Férias Rio de Janeiro: 450 anos de beleza e desafios

2015 está começando repleto de mudanças. Seja na política, na economia, na cultura e também no IBRAM. O ano promete ser agitado e cheio de novidades.

Mas o Museu da República mantém uma tradição, que sempre fez o maior sucesso: desde 1986, é realizada a “Colônia de Férias do MR”.

O programa é inteiramente gratuito e desenvolvido sempre no mês de janeiro, voltado para a comunidade do Catete e também para outros bairros do Rio de Janeiro.

As colônias de férias do Museu da República são temáticas e pautadas no patrimônio material e imaterial, memória e museu. Nesse ano, o tema será “Rio, 450 anos de História”, em homenagem ao aniversário da Cidade Maravilhosa. Entre as atividades previstas, haverá passeios a locais representativos da história do Rio de Janeiro, como o marco de fundação da cidade, a foz do Rio Carioca, visitas a fortalezas, atividades plásticas, exibição de filmes que abordam a evolução urbana e paisagística, construção de maquetes, atividades de música, dança com baile no Salão Nobre do museu, além de muita recreação no Jardim Histórico, com direito a banho de mangueira para aliviar o calor.

Este ano, a Colônia de Férias do Museu da República começa em 5 de janeiro estendendo-se até o dia 30 do mesmo mês, no horário de 13 às 17 horas, com um total de 64 crianças entre 7 e 11 anos de idade.

A iniciativa é organizada e promovida pela Coordenação de Educação do Museu da República/IBRAM.

Quando Estácio de Sá fundou a cidade em 1565, não imaginava o quanto ela iria se transformar em 450 anos. O Rio de Janeiro surgiu da necessidade de defender o território colonial português contra as invasões francesas, no contexto das disputas europeias por novas terras. De lá para cá, a cidade, conhecida por suas belezas naturais, passou por uma série de transformações que fizeram dela uma importante metrópole do Brasil.

Entre 1763 e 1960, o Rio de Janeiro ocupou o status de capital do país. Nesse período, a cidade foi palco de eventos marcantes da história brasileira. Foi em direção às belas terras cariocas que a Corte portuguesa se transferiu, em 1808. A Abolição da Escravatura e a Proclamação da República movimentaram a cidade, no final do século XIX. No início do século XX, o Rio foi sacudido por importantes movimentos de contestação, como a Revolta da Chibata e a Revolta da Vacina. Ainda no século XX, a cidade testemunhou um dos eventos mais comoventes da vida nacional: o suicídio do Presidente Getúlio Vargas, em agosto de 1954.

Quase meio milênio após a fundação, a Cidade Maravilhosa continua sendo disputada, agora pelos milhões de estrangeiros que a visitam todos os anos. Os turistas se deixam atrair pelo charme da cidade que se especializou em produzir contrastes e conviver com as dificuldades. Apesar dos graves problemas que a Cidade Maravilhosa enfrenta− comuns às grandes metrópoles −, como as desigualdades sociais e a violência, além dos desafios trazidos pelas áreas da educação, saúde e trânsito, o Rio de Janeiro nunca perdeu a bossa, o gingado e o sorriso malandro. E é esse bom humor que faz aumentar a beleza da cidade. Feliz Aniversário, Rio!

Agenda de Janeiro

Dias 5 a 30
Colônia de Férias do Museu da República

Tema: Rio 450 anos de história
Público: Crianças de 7 a 11 anos
Horário: 13h às 17h

Dia 12
Encontro da REM/RJ
– Rede de Educadores em Museus e Centros Culturais do RJ
Local: Espaço Multimídia
Horário: 14h às 17h

Dia 17
Lançamento do livro “Banco de tempo”,
uma pesquisa sobre os usos do tempo, de Patrícia Gouvea e Isabel Löfgren
Local: Auditório Apolônio de Carvalho
Horário:15h

Dia 25
Projeto Criança Arteira
– teatro infantil, brincadeiras, contação de histórias, oficinas criativas, pinturas de rosto, show musical
Local: Coreto do Jardim Histórico do Museu da República
Horário: 10h às 14h

Exposição “Saio da vida para entrar na memória”
Local: Museu da República/Palácio do Catete – setor de exposições temporárias
Abertura: dia 24 de setembro
Horário: de Terça a Sexta-feira – 10h às 17h
Sábados, domingos e feriados – 11h às 18h

Exposição A Res Publica Brasileira – mostra permanente sobre a História da República no Brasil
Local: Palácio do Catete/ Museu da República
Horário de visitação: Terça a sexta-feira – de 10h às 17h
Sábados, domingos e feriados – de 11h às 18h

Exposição de charges “Presidentes do Catete: traços e troças” – uma sátira de sentidos e contradições da experiência republicana brasileira
Local: Aleia principal do Jardim Histórico do Museu da República
Inauguração: 4 de outubro de 2014 (sábado) – 16h
Horário: de segunda-feira a domingo, das 8h às 18h
Entrada Franca

VISITEM O NOVO SITE DO MUSEU DA REPÚBLICA:
museudarepublica.museus.gov.br